Arquivo da categoria: Literatura Brasileira

Destroços (conto)

Uma porta se abre e uma corrente de ar varre a sala. O fogo na lareira oscila. A umidade escorre pelas paredes da casa. Folhas de jornais abertas pelo chão cobrem o caminho por onde todos passam, na sala, no … Continuar lendo

Publicado em Contos, Literatura Brasileira, Literatura gaúcha | Marcado com , , | Deixe um comentário

A geografia do centro do Rio de Janeiro, com o auxílio de Machado de Assis

“[…] Era a primeira vez que as duas irmãs iam ao morro do Castelo. […] Natividade ia pensando na cabocla do Castelo. […] Não deu pela Praia de Santa Luzia […]” (Esaú e Jacó, Capítulos 1 e 4) Já pensou o … Continuar lendo

Publicado em Brasil, Geografia urbana, Literatura Brasileira, Rio de Janeiro, Viagem | Marcado com , , , , | 2 Comentários

Madame Bovary, O Primo Basílio e Dom Casmurro – vai encarar?

Lembro-me de ter lido, faz cerca de dez anos, o ensaio de Silviano Santiago intitulado “Eça, autor de Madame Bovary”. O texto do crítico mineiro tem já seus 35 anos, mas ainda sobrevive nos cursos de Literatura Comparada, tenho certeza. … Continuar lendo

Publicado em Crítica literária, Leitura, Literatura, Literatura Brasileira, Literatura Comparada, Literatura Francesa, Literatura portuguesa | Marcado com , , , | 12 Comentários

O sintético caráter de Graciliano Ramos em “Memórias do Cárcere”

Uma leitura tardia – atrasada, portanto – que decidi fazer foi a de “Memórias do Cárcere”, de Graciliano Ramos. É lugar-comum considerar o autor alagoano mestre. Os períodos curtos, a concisão são características suas, sempre almejadas. Graciliano é o escritor … Continuar lendo

Publicado em Biografia, Escritores brasileiros, Literatura Brasileira, Teoria da Literatura | Marcado com , , , | Deixe um comentário