Arquivo da categoria: Crônica

Nota a um professor desconhecido

Prezado professor, Não sei quem foste, mas sei que morreste. Sei que morreste porque comprei os teus livros. Não todos, porque eram muitos. Mas o suficiente para que, ao menos, esta nota saísse.  Teus livros estavam dispostos às centenas, todos … Continuar lendo

Publicado em Cariocas, Cotidiano, Crônica, Epistolário, Largo da Carioca, Professores, Rio de Janeiro, Sebos | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário