O autor

 Vinicius Duarte Figueira (1966)

– Tradutor e professor;

 – Doutor em Letras (UFRGS, 2007).

Curriculum Lattes: http://lattes.cnpq.br/1754034111647756

Nota: Não estou no Facebook e não estou no Twitter. Também não uso o MSN. Se há outros “Vinicius Figueira” que fazem uso de tais serviços, isso tão-somente indica o quanto o nome e o sobrenome são comuns em língua portuguesa…

 /

/

Um abraço,

 Vinicius

18 respostas para O autor

  1. Olá Vinícius, parabéns pelo site. Trabalho com filosofia e gostei bastante dos seus comentários. Continuarei lendo.
    Venúncia

  2. Vinicius disse:

    Obrigado pela visita, Venúncia.
    Saudações!
    Vinicius

  3. Rosa disse:

    Olá Vinicius, boa dica de leitura para um dia 20 de setembro, que aqui nos pampas- feriado- comemora-se uma derrota como se tivesse sido uma vitória! Viva aqueles que se dizem os mais politizados do Brasil!

    um abraço,
    Rosa

  4. Vinicius disse:

    Obrigado, Rosa! 20 de setembro, hoje, é cansativo. Mas tudo tem um lado bom. Eu, por exemplo, simpatizo com a bravura dos lanceiros negros.
    Abraço,
    Vinicius

  5. Graziela Jacques Prestes disse:

    Que surpresa, Vinicius. Eu estava conferindo a fonte de alguns trabalhos discentes e encontreu seu ótimo blog. Parabéns.
    Fui sua colega na UFRGS.
    Um cordial abraço,
    Graziela

  6. Vinicius disse:

    Bem-vinda, Graziela!
    Acho que a última vez em que nos encontramos foi na Unisinos há uns 6 ou 7 anos, certo?
    Mas que texto esses alunos andam citando? E onde? Fiquei curioso…
    Obrigado pela visita. Volte sempre.
    Grande abraço,
    Vinicius

  7. Graziela Jacques Prestes disse:

    É verdade, faz uns 6 anos! Bem, trabalho com os alunos das Ciências Econômicas em disciplinas de Interpretação e Produção de Textos, por isso escolhi, entre outros, neste semestre, “Bartleby, o escrivão”. Claro, os alunos pesquisam a fim de se preparem melhor, e eis que cheguei ao teu blog. Muito legal. Parabéns mais uma vez!
    Bom fim de semana.
    Graziela

  8. Vinicius disse:

    Obrigado! O pessoal da Economia está lendo Bartleby… Nunca imaginaria. Parabéns!
    Abraço,
    Vinicius

  9. Raquel Bosenbecker da Silva disse:

    Vinícius, espero que lembres de mim. Raquel, tua vizinha na infância, filha do Waldemar e da Laedi. Procurei por ti e pela Lu no Facebook. Perdemos totalmente o contato. Então tive a brilhante ideia de digitar o teu nome no Sr. Google e cheguei aqui. Gostaria muito de saber de vocês. Abraço, Raquel.

  10. Vinicius disse:

    É claro que lembro, Raquel. Como são as coisas: um dia desses, conversávamos, a Lu e eu, sobre os velhos amigos que nunca mais vimos. Lembramo-nos muito de ti… Enviarei um e-mail, para continuarmos a conversa. Grande abraço,
    Vinicius

  11. Fala Vinicius…parabens pelo Blog. Gostei de ler o texto sobre o Hermeto, na verdade nao conhecia teu blog. Grande Abç

  12. Vinicius disse:

    Valeu, Luciano. Pois é, eu não divulgo muito o que escrevo… Este texto sobre o Hermeto enviei principalmente aos amigos músicos. Aquele abraço!

  13. olá vinicius
    meu nome é paulo de tarso, sou arquiteto e designer gráfico aqui em campinas, faço mestrado , no instituto de artes, e neste semestre estamos lendo vampirotheutis infernalis do flusser. achei por acaso seu artigo aqui e é muito bom. parabéns pelo blog. tem muita coisa interessante.gostei muito das suas colocações. minha tese vai ser sobre uma nova topografia para o inferno!. vamos conversando por aqui. abs paulo de tarso

  14. Vinicius disse:

    Obrigado pelas palavras generosas, Paulo de Tarso. Não li o livro citado do Flusser (li uma resenha no Estadão), mas o colocarei na minha lista de livros a ler, uma vez que tudo o que é infernal não me é estranho. Fico feliz por você ter gostado do que está escrito aqui. Seja bem-vindo e volte sempre, digo eu repetindo um clichê, mas com sinceridade.
    Boa sorte na sua tese! Quando estiver pronta e defendida, mande o link…
    Abraço,
    Vinicius

  15. caro vinícius
    do flusser vale a pena ler qquer coisa, ou melhor tudo. não deixe de ler o impressionante “filosofia da caixa preta” “lingua e realidade” e “universo das imagens técnicas”. flusser é alguém ainda a ser descoberto. ele produziu muito por aqui. mas, creio eu, até muito pouco estudado.
    se vc gosta das questões infernais, tbém não deixe de ler, “a velocidade da sombra” de Jean-Marc Lévy-Leblond, onde mostra que galileo, foi um dos primeiros cientistas a se interessarem, pelo inferno. é uma das suas primeiras teses. abs sinceros!

  16. Vinicius disse:

    Concordo com suas recomendações, Paulo. Parte delas, você certamente notou, até integram, em tom de mea culpa, o texto que eu escrevi aqui mesmo neste site, no ano passado, sobre o livro “Fenomenologia do brasileiro”.
    Flusser foi/é um grande autor, mas nós, brasileiros, ainda não o descobrimos inteiramente.
    Abraço,
    Vinicius

  17. Cléia Cardoso disse:

    Olá, Vinicius
    identifiquei-me, sobretudo, com o “aluno preguiçoso” dito por você na resenha do texto do Benjamin rsrs. Sou aquela que busca sempre um resumo, mas não com a intenção de não ler o “original”, é mesmo por falta de concentração para textos maiores e/ou para ter uma ideia do que preciso observar ao ler. Obrigada! um abraço

  18. Vinicius disse:

    Olá, Cléia. Fomos todos preguiçosos um dia… Obrigado pela visita. Volte sempre!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s